top of page

Campanha Fica Tiradentes II

Luta popular em Curitiba expõe a fratura socioambiental do capitalismo

Por: Bruno Meirinho - Coordenação Nacional da Revolução Socialista | PSOL

Em Curitiba, a comunidade Tiradentes II, que reúne uma centena de famílias, está ameaçada de despejo. Quem pede o despejo é uma empresa contratada pela prefeitura para implantar um lixão ilegal.


Na última semanas, movimentações no processo judicial apontam que o despejo é iminente, e com força policial. Contra mais essa investida, o Movimento Popular por Moradia, que coordena a comunidade, iniciou a campanha "Fica Tiradentes II".


Em apoio à campanha, a Revolucao Socialista/LIS, tendencia do PSOL, e o Movimento Povo pelo Povo, que integram a articulação Despejo Zero, propuseram a organização de uma brigada e um acampamento de solidariedade à comunidade. Saiba mais ao final.


Não existe o lado de fora: a solução é o ecossocialismo


As administrações da cidade insistem em deixar do lado de fora tudo o que consideram indesejável. Moradia popular e lixo sempre são empurrados para o mais longe possível.


Mas a crise completa que estamos vivendo escancara a realidade: não existe o lado de fora! A comunidade Tiradentes II é o palco da moradia popular em luta franca contra o lixão da cidade. Na luta de classes, nossa escolha é pela dignidade!


Uma cidade que não pensa nos seus resíduos, não recicla, não é ecológica, não faz compostagem, não reduz o consumo, e só faz propaganda de "cidade modelo" e "cidade ecológica" é completamente ignorante sobre o mundo real.


A cidade desconhece a montanha de lixo que a administração municipal manda uma empresa empilhar durante anos em terrenos alheios, irregulares, sem o devido tratamento ambiental e sem respeitar leis básicas. O nome da empresa: Solvi Essencis, provavelmente em referência à essência de chorume que espalha por todo o bairro.


E quando falta espaço, qual é a escolha? As pessoas ou o lixo?


O ecossocialismo é a solução. As fictícias divisões impostas pelo capitalismo produzem uma sociedade fraturada, insustentável do ponto de vista social e ambiental. Espaços para os ricos, espaços para as indústrias, espaços para se ganhar dinheiro e para se gastar dinheiro.


Mas a vida humana necessita de lugares íntegros, e assim são as comunidades da classe trabalhadora. Lá há solidariedade, soluções inteligentes para problemas insolúveis, respeito ao meio ambiente e à vizinhança, e, principalmente, união e luta comum. Toda comunidade da classe trabalhadora é uma célula ecossocialista.


A comunidade Tiradentes II possui uma bela horta comunitária, ruas onde crianças brincam com segurança e a vida comum. Ainda, está avançando na revitalização de nascentes e no plantio de araucárias.


Brigada Tiradentes Livre e o Acampamento pela Não Violência


No próximo sábado, dia 25/03, as 19:00, será inaugurada a Brigada Tiradentes Livre e o Acampamento Autogestionário pela Não Violência Mahatma Gandhi, no barracão da comunidade, situado no final da Rua Dandara dos Palmares com a Rua Nelson Mandela, situado na Cidade Industrial de Curitiba. Todos estão convidados, e quem quiser ficar, já terá seu lugar.


Cada dia é uma vitória na resistência da comunidade. Há forte temor de que as ameaças de despejo se intensifiquem na próxima semana, o que torna urgente toda a solidariedade.


Saiba mais sobre:

João Ambrosi, 41 99208-0558

32 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page