top of page

Não ao PL do estuprador!

Não bastasse os fortes ataques aos salários e direitos trabalhistas das trabalhadoras e trabalhadores, o desmonte dos serviços públicos, por parte dos governos federal (Lula/Alkmin), Estaduais e municipais, no parlamento, temos uma representação retrógrada, fisiológica e fundamentalista, presidido por Arthur Lira, denunciados por sua ex esposa de violência e corrupção, tentando aprovar um projeto mais atrasado que o código penal brasileiro, com mais de 80 anos de existência.

Trata-se do PL1904/2024, de autoria de Sóstenes Cavalcante - PL/ RJ e mais outros 21 deputados, 13 deles do PL.

Figuras como Carla Zambelli, Nikolas Ferreira, Eduardo Bolsonaro, mais um punhado de "delegados" e "capitão", que não têm postura, nem mesmo para o parlamento burguês, tentam transformar uma vítima de est#pro, seja ela maior, uma criança ou qualquer pessoa com útero, em situação de vulnerabilidade, em criminosa, caso opte pelo aborto que a lei no Brasil hoje lhe garante

A violência sexual contra a mulher, é em especial contra as meninas estupradas é terrível e é epidêmica. São mais de 75 mil casos por ano. Em 2023, 12 mil crianças que sofreram essa violência, tornaram-se mãe, mesmo estando previsto em nossa legislação, o direito à interrupção desta gestação fruto da violação desta criança.

Essa aberração, que esse canalhas chamam de PL 1904, passa de qualquer limite da racionalidade.

Amordaça as vítimas, e estimula os estupradores, os pedófilos.

Não satisfeitos em permitir os est#pros, querem que crianças sejam mães, obrigadas a carregar no ventre por nove meses e depois, criar, o filho gerado por um 3tupr@dor; querem prender as mulheres que façam aborto, mesmo nestes casos.

Querem punir os profissionais da medicina que ousarem a realizar os procedimentos.

Beneficiam os 3stupr@dores, que em grande maioria, 60% fazem parte da família ou são próximos a ela. Cerca d 40% é o próprio genitor.

Que "família" é essa que esses arautos da "moral e dos bons costumes" tanto defendem? Essa que protege o estuprador?

Essa nós não defendemos.

O que nós defendemos é educação sexual para proteger as crianças, e aborto legal, gratuito e seguro e para que mulheres e crianças não morram

Criminoso é quem viola mulheres e crianças, sujeitos à no máximo, a 10 anos de cadeia e não as vítimas, às quais, esse projeto infame propõem impor 20 anos de prisão

O congresso não pode aprovar o PL 1904/2024. Ao mesmo tempo, Lula precisa garantir verba pública para programas de educação sexual, o investimento no sistema SUS para garantir atendimento de saúde às mulheres e não tentar acabar com o piso da saúde, garantido na Constituição.

  • Não ao PL 1904/2024! Criança não é mãe

  • Aborto legal, gratuito e seguro para não morrer

  • Prisão para estupradores e não para as vítimas

  • Verba pública para a saúde e a proteção de mulheres vítimas de violência

8 visualizações0 comentário

Коментарі

Оцінка: 0 з 5 зірок.
Ще немає оцінок

Додайте оцінку
bottom of page