top of page

Giro à direita da direção majoritária: unamos a Oposição de Esquerda para enfrentar este golpe

Por Alternativa Socialista (AS) e Luta Socialista (LS)

A direção majoritária do PSOL, conformada pelo bloco “PSOL de Todas as Lutas” (Primavera, Revolução Solidária, Insurgência, Resistência, Subverta), acabou de executar um golpe mortal à democracia interna e ao projeto político do partido.


Na resolução votada hoje, 11/02, pela Executiva Nacional do PSOL, com 11 votos a favor e 8 contra, definiu-se “pela abertura de negociações com o PT e demais partidos de esquerda para firmar uma aliança eleitoral nas eleições de 2022 em torno da candidatura do ex-presidente Lula.” A candidatura que estão firmando é possivelmente com a chapa Lula-Alckmin, ou seja estão levando o PSOL para um projeto de governo burgês de frente popular, longe das lutas que o povo trabalhador e pobre faz na defesa de suas conquistas.


Nós da Alternativa Socialista e de Luta Socialista (tendências internas do PSOL) somos absolutamente contra essa definição que atropela as bases, que desconhece as instancias estatutárias e até o próprio Congresso Nacional do PSOL, que meses atrás decidiu pela convocatória de uma Conferência Eleitoral para o mês de abril. Chamamos a todas as correntes e militância independente da esquerda socialista a enfrentar esse novo e brutal ataque para fazermos uma reunião urgente a fim debater os encaminhamentos a seguir diante dessa situação de liquidação completa do Partido Socialismo e Liberdade que todes construímos.


11 de janeiro de 2022.

2 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page